segunda-feira, 9 de maio de 2011

A onda agora são as mulheres comestiveis!

,

Foi-se o tempo em que Gretchen e Carla Perez eram musas inspiradoras no universo da dança. A mais nova sensação nos palcos desse país a fora são as dançarinas de FUNK e seus singelos nomes artísticos. As funkeiras encarnam personagens para enfatizar melhor seus tipos físicos e quase todos os apelidos são ligados à gastronomia (se é que podemos interpretar dessa forma). Como se o FUNK já não fizesse apologia suficiente ao sexo, agora até as próprias “artistas” se denominam como gostosos aperitivos, ou objetos comestíveis. Tudo para deixar a platéia com “água na boca”.
Mulher Melancia, Mulher Melão, Mulher Morango e até a Mulher Filé desfilam por aí com um orgulho imenso dos apelidos e dos recheios que preenchem as curvas esculturais que possuem. Daqui a pouco aparecem também a Mulher Pernil, a Mulher Chester e a Mulher Chuleta na Brasa.
O que não pode deixar de ser citado é que de nada adianta distorcer tanto a criatividade para tentar obter fama, pois sabemos que na verdade a maioria dessas aqui citadas esconde no seu interior, a Mulher Camarão, cuja cabeça é distinta do lindo corpinho!

*Conteúdo externo*

1 comentários:

Postar um comentário